quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Eu não me considero rico" ..Diz o Sr. Amorim.

Este senhor diz que não se considera rico......é um trabalhador diz... Quanto descontará do seu salário, como trabalhador. Em que sindicato estará filiado? Alguém das finanças que se pronuncie.....
Como conseguiu fazer fortuna, como trabalhador assalariado. Sendo hoje considerado o homem mais rico de Portugal.
Seria interessante quem tivesse  provas, publicá-las , como conseguiu este homem esta proeza. Tornar-se no homem mais rico de Portugal a trabalhar. Caso único......

A seguir publico parte da noticia sobre este senhor, no Jornal de Negócios de hoje, 24 de Agosto de 2011 e alguns comentários de leitores, sobre a mesma.

 Entre os homens mais ricos do País, uns estariam mais disponíveis do que outros para pagar uma contribuição especial no actual momento de crise.

O homem mais rico de Portugal coloca-se de fora da lista dourada quando questionado sobre a sua disponibilidade para aceitar um imposto especial sobre as grandes fortunas. "Eu não me considero rico", afirmou Américo Amorim aoNegócios. "Sou trabalhador", contrapôs. E pronto, conversa acabada. Para a matéria em apreço, o cognominado "rei" da cortiça garante que não passa de um simples assalariado.