quarta-feira, 22 de junho de 2011

China a doença do mundo

Quem vai à China regressa de lá impressionado. Normalmente quem lá vai, é com a intenção de pregar mais um prego no caixão, onde será enterrado o  modo de vida ocidental. Segurança Social, serviços nacionais de saúde reformas na velhice e desemprego . Mas a mira do lucro não os demove. Então façamos uma reflexão sobre o que é a China hoje e como será no futuro.Se no Brasil uma fabrica produz um milhão de unidades, uma só fábrica chinesa produz quarenta milhões...A qualidade já é equivalente. E a velocidade de reacção é impressionante.Os chineses colocam qualquer produto no mercado em questão de semanas....Com preços que são uma fração dos praticados aqui.As unidades de produção na China fazem mudança para o interior do país , só porque os salários da região onde está instalada estão altos demais:100 dólares por mês sem qualquer regalia:......Ferias, subsídio de ferias e outros que no mundo ocidental é norma. Um operário brasileiro pode ganhar 300 dólares no mínimo, que acrescidos de impostos e benefícios representam quase600 dólares.Quando comparados com os 100 dólares que os chineses, recebem, com zero de benefícios.... estamos perante uma escravatura que nós comprando os seus produtos alimentamos...Horas extraordinárias? Na China...? Esqueça !!!O pessoal por lá é tão agradecido por ter um emprego, que trabalha horas extras sabendo que não vão receber nada por isso... Atrás dessa "postura" está a grande armadilha chinesa.Não se trata de uma estratégia comercial, mas sim de uma estratégia de "poder politico, para ganhar o mercado ocidental .Não se esqueçam que a China se auto-proclama uma republica socialista. Marx, Engels e Lenine, devem dar reviravoltas túmulo de cada vez que isto é pronunciado. Quando dos últimos Jogos Olímpicos, realizados na China o governo proclamou que a China era uma democracia e que todos tinham o direito de contestar, quando para isso achassem necessário..só que tinham que pedir autorização ás autoridades. Quando algumas tentativas com esse propósito foram tentadas, os promotores dirigiam-se ás autoridades e o que é que acontecia.....eram logo presos. Voltando `estratégia industrial:Os chineses tiram proveito da atitude das multinacionais ocidentais, que preferem instalar na China os meios de produção, porque os salários são baixos usando apenas a marca, da qual recebem avultados lucros que no ocidente seria impossível. Dificilmente você adquire atualmente nas grandes redes comerciais dos Estados Unidos da América um produto "made in USA". É tudo "made in China", mas com a marca americana. O mesmo se passa na Europa e em todo o mundo dito desenvolvido.As empresas ganham rios de dinheiro comprando, aos chineses por centimos e vendendo por centenas de dólares...Apenas lhes interessa o lucro imediato.Fechando as suas fábricas, onde elas ganharam prestigio . E o resultado é cada vez mais desemprego no mundo ocidental e escravatura na China.Enquanto os ocidentais usam estas tácticas e ganham muito no curto prazo, a China assimila essas táticas, cria unidades produtivas de alta performance, e vai dominar no longo prazo.Enquanto as grandes potências ficam com as marcas, com o design..os chineses estão ficando com a produção, estimulando e contribuindo para o desmantelamento dos já poucos parques industriais ocidentais.Em breve, por exemplo, já não haverá mais fábricas de tênis ou de calçado pelo mundo ocidental. Só haverá na China.Num futuro próximo veremos os produtos chineses aumentando os seus preços, produzindo um "choque da manufactura, como aconteceu com o choque petrolífero nos anos setenta. Aí já será tarde de mais.Então o mundo perceberá que reerguer as suas fábricas terá um custo proibitivo e irá render-se ao poderio chinês.Perceberá que alimentou um enorme dragão e acabou refém do mesmo.Dragão, que aumentará graduadamente os preços, já que será ele quem ditará as novas leis de mercado, será quem manda,e terá o monopólio da produção .Sendo ela e apenas ela quem possuirá as fábricas, inventários e empregos é quem vai regular os mercados e não os gestores ocidentais que na mira do lucro criaram esta situação.Iremos, nós  os nossos filhos,e netos... assistir a uma inversão das regras do jogo atual que terão nas economias ocidentais o impacto de uma bomba atômica...desta vez...... chinesa.Nessa altura e quando o mundo ocidental acordar,.... será muito tarde.Nesse dia, os executivos espertos cá do ocidente,olharão tristemente para os esqueletos das suas fábricas, os técnicos aposentados jogando ás cartas na praça da esquina,mas com dificuldades no recebimento das suas pensões.E então lembrarão, com saudade, o tempo em que ganharam dinheiro comprando barato aos chineses, e vendendo caro as grandes marcas aos seus conterrâneos.    
                                                                                                                                                                                                     REFLICTAM E COMECEM A COMPRAR -JÁ OS PRODUTOS DE FABRICAÇÃO NACIONAL, FOMENTANDO O EMPREGO EM SEU PAÍS, PELA SOBREVIVENCIA DO SEU AMIGO, DO SEU VIZINHO E ATÉ MESMO DA SUA PRÓPRIA... E DE SEUS DESCENDENTES.                        
               
Valorizem o produto português! Influencie outros a mudarem seus conceitos como consumidor!Pense num futuro próximo (2 a 5 anos)!