sexta-feira, 29 de junho de 2012

O que Portugal precisa :E não precisa :

Portugal precisa de pessoas que governem este país como por exemplo


Na Islândia


Na Argentina.


Pessoa que ponham sempre como prioridade os interesses do país e dos seus habitantes e nunca os interesses pessoais ou de familiares e amigos


Precisamos de umas  Forças Armadas estruturadas no seguinte:


Uma Marinha apetrechada com meios técnicos que responda com prontidão a enorme extensão marítima que temos.


Para libertar meios financeiros, terá que  ser feita uma redução drástica nos efectivos  a nível de oficiais  superiores.


O mesmo se aplica aos outros ramos das Forças Armadas.


Nas forças de Segurança: será preciso que se reduzam alguns quadros superiores e aumentar o numero de pessoal  operacional a nível de cidades , vilas e aldeias.
Acabar com o envio de forças  de seguranças para o estrangeiro, onde Portugal nunca irá ter qualquer influência quer  politico ou económico, como exemplo temos Timor. Ai quem vai recolher os benefícios dos recursos existentes ( petróleo e outros) serão a Austrália e a Indonésia.


Portugal precisa de criar uma Agricultura que no mínimo produza alimentos suficientes para a sua população.
Intervindo radicalmente na reestruturação da produção, nos intermediários e no comercio em geral.


Garantindo aos agricultores preços , e não vivendo ao dispor dos especuladores.


O estado precisa de criar um organismo que regule os preços à produção.




Portugal precisa de menos auto-estradas e mais vias férreas.


Enquanto o transporte rodoviário irá ter um tempo no futuro condicionado pela escassez, ou preços incomportáveis no petróleo para as nossas possibilidades....


O transporte ferroviário será o futuro.....é uma questão de tempo.


Nos próximos dez anos, não haverá dinheiro para manter estas vias.


Do que Portugal não precisa:


De uma Assembleia da Republica, com 230  deputados. Uma parte deles não fazem  mais do que levantar os braços nas votações. Chegam ou sobram 180.


Acabar com os benefícios exagerados dos antigos presidentes da Assembleia da Republica.


Acabar, ou reestruturar para menos elementos, o Tribunal Constitucional.


 Acabar com a Autoridade para a Concorrência......não serve para nada.


Acabar com a maior parte dos benefícios económicos e não só (ou todos) dos antigos presidentes da Republica.