segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Em matéria de impostos só o que falta é o imposto sobre quem anda a pé e calçado

É verdade! Depois de o estado se preparar para lançar mais um imposto sobre os motociclos, que eram uma boa alternativa a quem se desloca nas grandes cidades. A mim parece-me que eles (o Governo) começam a ter pouca escolha onde aplicar mais impostos. Mas todos nós sabemos, onde é que eles podiam ir buscar mais dinheiro, sem estarem a sacrificar mais o povo. Só que aí o interesse parece ser pouco.


Em baixo dou alguns exemplos:


Assembleia da Republica em :
 Clic nas datas:


2012


2011


2010


Partidos políticos


Partidos políticos: 83 milhões, por ano


R T P


Mas há muito mais
 O que é confrangedor é que qualquer proposta que apareça na Assembleia da Republica, mesmo que vá ao encontro dos reais interesses do País, os partidos nunca estão de acordo. Quando toca à aprovação do Orçamento da Assembleia, ai sim ....há unanimidade, sem grande discussão. 
Quando da aprovação da lei do financiamento dos partidos, em Maio de 2009, só o actual secretário geral do P S, António José Seguro votou contra. A deputada do P S, Matilde Sousa Franco absteve-se. .