domingo, 30 de outubro de 2011

A China já está a ganhar a sua 3.ª guerra mundial sem fazer um único tiro.

                                                                                                                                                               Enquanto os jovens e não jovens americanos e  europeus, se vão entretendo com telenovelas, drogas e futebol, a China vai alastrando o seu poderio económico no mundo. Produzindo tudo o que as multinacionais ocidentais produziam, a preços da uva mijona. Com uma mão de obra que tem por custo médio mensal  100 euros, por mês, que já está a produzir efeitos no mundo ocidental, no que concerne ao desemprego, efeitos aterrorizadores, já hoje. O que não será nos próximos cinco a dez anos. Os nossos filhos e netos passarão de meninos bem ainda hoje, a escravos no futuro. Paralelamente eles vão comprando divida soberana à América e à Europa, para poderem controlar o poder político e corrupto instalado no mundo ocidental.
Mas não é só no económico que os chineses se preparam ......é no poder militar. Quando, e se for necessário, ele  eles farão à América, mas de modo mais avassalador o que o Vietname fez, numa escala mais pequena. Os americanos gordos do presente, não têm no futuro,  o actual padrão de vida.Têm que comer à mão:.... aquilo que os chineses lhe derem . Talvez se tenham que habituar ao arroz cozido, apenas com agua, em vez das comidas de carne suculentas produzidas à base de hormonas. O que só lhe fará bem à saúde. Há males que vem por bem
Provavelmente, hoje e no lado mais económico, ou num futuro próximo, irão tentar tudo (será que não o estão já a fazer), para que o euro não desapareça. Um euro concorrente ao dólar faz-lhe bastante jeito e ainda melhor, debaixo da sua influencia económica. Um dia, as gerações futuras irão amaldiçoar os actuais governantes no mundo ocidental, por causa das políticas, que apenas favorecem alguns, esquecendo os interesses dos povos, como cidadãos livres e a autonomia das nações como independentes e livres.
Além de pragmáticos, os chineses são subtis. Conta-se que nos últimos jogos Olímpicos, o governo chinês tentou fazer passar uma imagem de Democracia na China, que fizesse esquecer os acontecimentos na  praça Tiananmen, na noite de 03 para 04 de Junho de 1989. Dizendo mesmo, que quem o quisesse, poderia manifestar-se contra as autoridades, desde que ordeiramente e com autorização das autoridades locais. Quando alguns grupos de cidadãos chineses pediam essa autorização junto das autoridades, a resposta era a prisão e as manifestações ficavam logo sem efeito. Será de bem, que os cidadãos do mundo livre, que já atingiram uma liberdade, que embora com defeitos, não tem comparação com aquilo que esta super potencia asiática faz, no futuro e se continuarmos adormecidos, nos irá obrigar obrigar a cumprir. Meditemos no que já está acontecendo!....