quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Alvalade -Sado e Alentejo um futuro cada vez mais sombrio!

      


 Para onde vai  Alvalade.
Abalei Daqui nos finais dos anos 60....

Alvalade, era nesse tempo, uma  terra com vida, talvez das mais promissoras, na Região do Sado e Campilhas.

Havia emprego, para os da terra e para quem se deslocou  até  aqui.... e foram muitos.
Tinha-mos  nessa altura, um posto médico, embora a assistência fosse ainda muitas fraca. Tinha-mos  três médicos permanentes, a viver  aqui e  a qualquer hora do dia ou da noite, solicitados, prestavam assistência, a  qualquer residente, mesmo que não tivessem condições para pagar  . 
Havia Correios, Estação dos Caminhos de Ferro (todos os comboios paravam na Estação de Alvalade). Tinha-mos Registo Civil, um posto da GNR,e a qualquer hora era, visível a sua Presença nas ruas . 

Hoje,   não temos nada. A GNR aparece,  de vez em quando,mas de dia...  à noite não se vêem! 

Já se fala, que  a continuar assim: nos próximos dez anos,  mais de 50% das  habitações estarão vazias. Os velhos vão morrendo .... e cada vez a um ritmo mais rápido, talvez com intenção ...... para que sejam pagas menos reformas. 

Terra que não cria empregos , força os jovens e os mais capazes,  a procurar outras paragens para fazerem a sua vida ( tal como acontece no resto do País )

Todas as localidades do Interior  do País e em particular do Alentejo, que não sejam sedes de Concelho, foram simplesmente apagadas dos itinerários rodoviários. Quem viajar de Norte ou do Sul, não vê  uma  única placa indicando Alvalade. (Falo de Alvalade, como poderia falar de outra localidade.) Na minha Juventude se eu viesse de Beja, quando saia de Ferreira do Alentejo, havia uma placa dizendo Alvalade, agora diz: Santiago do Cacem e Sines.Se saísse de Aljustrel, lá estava Alvalade. Hoje lá está outra vez :Santiago do Cacem....e Sines. Todas as terras aqui em redor indicavam Alvalade. Agora apenas na Rotunda à saída de Santiago vejo escrito Alvalade. Se viermos de Lisboa, só encontramos informação,sobre  Alvalade,.... no cruzamento para a ponte dos Arcos. Por casualidade ou não, a placa com o nome Alvalade,  é a mais pequena, e a que tem tem mais letras! 
Qualquer assunto  badalado nos jornais e na Televisão, passado aqui em Alvalade, será referenciado como se tivesse-mos  em Santiago do Cacém, que fica a 40 quilómetros. Exemplos! Existem muitos. O último foi na Daroeira. Falava-se na barragem, como se ela estivesse situada  no Largo do Barroso, em Santiago do Cacém.Quase sempre  no local, há  pessoas que deveriam emendar este esquecimento  premeditado (já que, quem não aparece esquece) Têm o dever de lutar sempre, pelos interesses da sua terra.

 Alvalade é, e vai ser uma terra agrícola, uma terra, em que a maioria das pessoas vivem e viverão  da Agricultura ... mesmo que essa  se venha a desenvolver  mais, (e terá que se desenvolver), as novas tecnologias, vão  cada vez mais, tirar  emprego ás pessoas nessa área. Veja-se com exemplo a apanha do tomate. Antigamente para apanhar meia dúzia de hectares era preciso um batalhão de pessoas. Hoje as máquinas apanha-nos em horas, quase sem intervenção humana. A ECA dava trabalho a centenas de pessoas, hoje...uma  fábrica do ramo, trabalha  com sensores electrónicos, em vez de mãos humanas. As novas tecnologias retiram todos os anos, milhares de postos de Trabalho. Já vai sendo tempo dos sindicatos repensarem as suas reivindicações.
Esta Ordem Social  Neo - Liberal ,tal como existe,em  que só interessa o lucro e não as pessoas..... continuará a apostar nos salários baixos e como pressão, para os continuar a baixar ainda mais, a usar  tecnologias que substitua os homens e mulheres. Ou se muda este estado de coisas e se põe as máquinas ao serviço de todos  (não acredito que se faça  de forma pacifica )e não ao serviço de alguns (ricalhaços), ou então, muita coisa grave poderá acontecer, antes do fim deste século!

Em particular e em Alvalade,  a  continuar assim, a este ritmo, em poucos anos ficarão a viver, apenas   velhos, os que vivem do Rendimento    de Inserção  Social, (se ainda o pagarem) e os que vivem da política .... poucos!

Para ajudar a tudo  isto.....Já se está a concretizar a Profecia do Dr. Fernandes sobre Alvalade.

Brevemente irei escrever sobre este tema !