sexta-feira, 25 de julho de 2014

A INCRÍVEL HISTÓRIA DO PILOTO DE UM CAÇA ALEMÃO QUE POUPOU O B-17 G E TODA A SUA TRIPULAÇAO


Charlie Brown era piloto americano de um B-17G do 379º Grupo de Bombardeiros, sediado em Kimbolton na Inglaterra.  Seu B-17 era o "Ye Old Pub" e estava seriamente danificado, atingido pelas balas dos caças inimigos e pela artilharia antiaérea.
.
Com a bússola arruinada, ele voava perdido e cada vez mais para dentro da Alemanha, ao invés de estar com rumo para sua base inglesa. Após sobrevoar um aeródromo alemão, um caça Messerschmitt Me-109G foi enviado para abater o B-17.
.
Quem estava no comando do caça era o piloto alemão Franz Steigler. Ao se aproximar do bombardeiro, não podia crer no que via. Em suas palavras: "Nunca vi um avião naquele estado. A seção traseira, leme e profundores muito avariados, artilheiros feridos, a proa do quadrimotor danificada e furos por toda fuselagem."
.
Embora tivesse o caça armado e carregado, Franz emparelhou seu Me-109 com o B-17 e olhou para o comandante Charlie Brown e este estava apavorado e lutando com os controles para manter o bombardeiro voando e ainda estava sangrando.  Ciente da desorientação do piloto, Franz acenou que eles girassem 180 graus, escoltando o avião em um rumo seguro para a Inglaterra. Então Charlie Brown saudou e voltou para sua base.
.
O avião inglês todo estilhaçado,escoltado pelo piloto alemão!



Ao pousar, Franz informou ao comando que abateu o bombardeiro sobre o mar. No "debriefing", Charlie Brown e sua tripulação informaram o ocorrido, mas foram instruídos para não falar sobre o episódio com ninguém até então.
.
Depois de 40 anos, Charlie partiu em busca daquele piloto alemão que o salvou. Depois deste longo tempo de pesquisa, ele encontrou Franz. Ele nunca citou o fato, nem nas reuniões do pós-guerra.  Ambos se encontraram nos EUA numa reunião de veteranos do 379º Grupo de Bombardeiros, com a equipe que ainda estava viva porque Franz não disparou suas armas.
.
O encontro nos EUA,  com Franz Steigler à esquerda e Charlie Brown à direita

Quando perguntaram a Franz por que não derrubou o B-17, ele respondeu:  "Não tive coragem de acabar com a vida daqueles homens que lutavam para viver. Voei ao lado deles por um longo tempo. Eles davam tudo de si para chegar são e salvos à sua base, e eu não ia impedi-los de viver. Simplesmente não podia atirar em um inimigo indefeso. Seria o mesmo se eu estivesse num pára-quedas."
.
Curiosamente, ambos os pilotos morreram em 2008.

Texto compilado por : José do Rosário

.