terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Como se explica a crise !

Como se explica de uma maneira simples a crise em que vivemos......

Imaginemos que numa aldeia  do interior abandonado de Portugal apareceu um individuo que ofereceu 100 euros por cada burro que lhe vendessem.
Quase todos os que tinham burros venderam os seus animais.
Num outro dia voltou a aparecer e ofereceu 150 euros por cada burro.
Outra boa parte da população vendeu os seus burros.

Voltou uns dias mais tarde e ofereceu 300 euros por cada burro. E todos os que ainda tinham alguns burros venderam-nos.

Quando viu que não havia mais burros (animais) começou a oferecer por cada burro ..500 euros, com a promessa de voltar, para ver se alguém tinha arranjado mais burros.
Passado algum tempo apareceu na aldeia um individuo a  crer vender burros a 400 euros cada .
Com a ganancia de os poderem vender por 500 euros, muitos pediram dinheiro emprestado, com juros e compraram os burros. O que comprava burros nunca mais apareceu na aldeia. e
o  que apareceu na aldeia a vender burros a 400 euros,  estava feito com o  que tinha comprado os burros todos ,por um valor inferior.
A ganancia das pessoas levou a que aldeia ficasse novamente com os burros, sem dinheiro, mas endividados.

Resultado: os que emprestaram dinheiro queixaram-se à junta de freguesia (governo) dizendo que... se não lhe pagassem, ficariam arruinados e não podiam continuar a emprestar.......e toda a aldeia.., (Portugal) iria à falência.
Para que os emprestadores (bancos) não fossem à falência,  a junta (governo) no lugar de pagar as dívidas dos endividados, deu dinheiro aos que emprestaram (bancos). Mas estes (bancos), não perdoaram aos endividados. A junta  ( governo), desbaratou assim o dinheiro que havia orçamentado. E teve que começar a pedir dinheiro a outros, com juros cada vez mais  elevados e a ajudar na sobrevivência dos que ficaram sem nada.

Resultado: os que emprestaram  (bancos)e foram ajudados pela junta, (governo), continuam a exigir que os endividados paguem e com juros....e quem não paga,.. os que emprestaram (bancos) vão-lhe  buscar os burros (andares, automóveis e outros). Assim ficaram muitos arruinados, sem dinheiro e sem burros. A junta (governo) à beira da falência e sem dinheiro..... começou a cortar nos salários e a  incrementar medidas para melhor poder despedir  os seus funcionários.

TIRADO DA INTERNET