sábado, 9 de maio de 2009

Descontos para a Segurança Social caem drásticamente!




























As contribuições para a Segurança Social caíram em Fevereiro. Cerca de 83 mil pessoas deixaram de descontar , isto em comparação com o mesmo mês de Fevereiro de 2008. Esta situação deve-se à crise.Provavelmente estes 83 mil indivíduos, na sua maioria estão em situação de desemprego. A segurança Social passou a pagar mais subsídios de desemprego e deixou de arrecadar cerca de 34,75% do salário bruto que cada cidadão enquanto empregado fazia entrar nos cofres da Segurança Social.
Com a situação de crise e em ano de eleições, os governantes são mais generosos com os gastos nesta área. Só que, se não houver uma boa gestão dos fundos disponíveis, no ano de 2010 vamos começar a pagar e com juros......e quem paga são sempre os mesmos. Aquilo que se houve na boca da gerações mais novas, é que quando chegar a vez deles já não há reformas para eles. Se estas previsões vierem a acontecer, este País irá ser palco de muita agitação social. E serão os bairros hoje problemáticos, os principais alvos de uma possível reacção violenta por parte da maioria da população.Basta aparecer um tresloucado populista, com uma bandeira fascista e um fosforo na mão, para incendiar isto tudo!.............