domingo, 5 de abril de 2009

"Nunca mais votei. Votar para quê?"

DN - Diário de Notícias
O Alentejo foi a primeira região do País a atingir os dois dígitos ao nível da taxa de desempregados. O que é agravado pela eterna falta de alternativas em termos de emprego local. E é difícil avaliar o que é mais dramático. Se a vida de quem trabalhou desde os dez anos, sem direito a férias e que agora se vê na iminência de pedir apoio social. Se a de casais jovens, que já tiveram bons rendimentos e que agora vão buscar às escondidas refeições à Cáritas. Nunca mais votei. Andar a votar... para quê?" Maria dos Prazeres, 53 anos, tomou a decisão há cinco anos, quando a Fábrica de Lanifícios de Portalegre encerrou. Tinha, então, 600 operários, mas chegou a laborar com o dobro. Deixou de votar porque viveu 33 anos na fábrica, sempre a acreditar que o futuro estava garantido .