sábado, 8 de fevereiro de 2014

Onde está o nosso ouro?

Ouro? Onde está o nosso ouro?
Hermínius Lusitano
Pronto, está descoberta a solução!...Portugal tem das maiores reservas de ouro do mundo. Mais de 16 mil milhões de euros. E para que servem esta reserva? Para nada.Vamos fazer contas de merceeiro? Portugal tem dez milhões de habitantes. Isto significa que poderia vender 10 mil milhões de euros de ouro e dar um milhão a cada português. Ouviram bem, dar!
Mas não iriam para a conta de ninguém. O Estado depositava esse dinheiro em contas de bancos estrangeiros, de preferência alemães. A conta não podia ser mexida por ninguém. Ou seja, o milhão de euros era intocável. Cada português tinha de dar plenos poderes a uma equipa especial do Estado para movimentar essas contas. Essa equipa depositaria depois numa segunda conta os juros desse milhão de euros.

A 3% ao ano, cada milhão renderia 30 mil euros ao ano e daria 2500 euros por mês de salário a cada português. Pagos pelos bancos estrangeiros e sem que ninguém mexesse uma palha. Destes 2500 o estado reteria 350 euros de impostos, o que multiplicado por 10 milhões de habitantes representaria 4,2 mil milhões de euros de impostos por ano, o suficiente para pagar hospitais, scuts, auto-estradas, educação e funcionalismo público.
Além de que toda a gente teria dinheiro para pagar tais serviços a preços justos. Por outro lado, como nenhum português iria deixar de trabalhar, a maioria acrescentaria o salário ao dinheiro dos juros dados pelo Estado. Acabaria, naturalmente o subsídio de desemprego. E era tudo pago com o dinheiro dos outros... Difícil? Haja coragem e cabeças pensantes no Governo e convidem-me para consultor que eu explico como se faz. Sem se gastar um cêntimo e transformando o País num dos mais poderosos Estados do mundo.
Por Carlos Tomás (jornalista)


ADENDA
Acho isto um delírio, mas vendo esta prosa pelo mesmo preço que a comprei. 
Já tivemos mais de 700 toneladas mas, porque se tratava de uma  PESADA HERANÇA,  alguém com imenso fervor patriótico e revolucionário achou por bem,  fazer-nos o favor de a tornar mais leve...

«As reservas de ouro do Banco de Portugal (BdP) ascendem a 382,5 toneladas, e valem actualmente 16.300 milhões de euros, o equivalente a 7,5 por cento da dívida pública.  

Os acordos internacionais subscritos pelo BdP limitam a quantidade de ouro que o Banco pode vender por ano, e há outras limitações legais que impedem o recurso às reservas para pagar défices orçamentais.
Contudo, se o ouro pudesse ser usado directamente no financiamento do Estado, teria um impacto relativamente reduzido. Mesmo à cotação muito elevada que se regista actualmente para o ouro, as reservas do BdP valem apenas 7,5 por cento da dívida das administrações públicas (que, segundo números de Janeiro, ascende a 218 mil milhões de euros » (Texto retirado do semanário SOL em 21/4/12)
------------------------------

Julgo saber que grande parte do nosso ouro está nos STATES e, do modo desenfreado com que o Tio SAM anda a imprimir dólares, qualquer dia essa moeda irá pelo cano e se assim for, se não retirarmos de lá o nosso ouro a tempo, iremos receber... promissórias)

Total do texto retirado do Portugal Glorioso